segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Correção do caderno

Oi! Estou passando apenas para compartilhar a ficha de correção dos cadernos que eu criei há uns dois anos. Eu faço cópias e já deixo prontinhas, daí algumas vezes que corrijo o caderno coloco essa folhinha assinalando os itens que cabem a cada aluno.



Gostaram? Tem alguma ideia diferente? Mostra pra mim!

Beijos e ótima semana!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Procure e Ache nas Histórias Bíblicas


Ricamente ilustrada e tendo como personagem central o garoto Pedrinho, a obra desafia o público infantojuvenil a encontrá-lo “escondido” em 28 ilustrações panorâmicas e superdetalhadas de histórias da Bíblia. Além de Pedrinho, a criança tem de buscar outros personagens e objetos. Assim, de forma lúdica, o leitor toma contato com os cenários e costumes dos tempos bíblicos. Remetendo ao grande sucesso editorial dos anos 90 “Onde está Wally?”, o livro tem ilustrações de José Perez Montero. Contém ainda guia de atividades por história; ilustrações coloridas em páginas duplas e texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje.



Recursos: 28 ilustrações, 14 do Antigo Testamento e 14 do Novo Testamento, relatando histórias bíblicas e situações divertidas e inusitadas; Cada história é acompanhada de uma breve introdução, pergunta e uma leitura da Bíblia; Ao final de cada seção, há um desafio para todas as histórias já vistas.


Veja mais AQUI.

 
...............................

Viram que legal? Um livro divertido e instrutivo. Desperta a curiosidade sobre cada história relacionada às ilustrações, e que pode/deve ser estudada antes ou depois de fazer as atividades!
Eu quero um!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Olhem só que lindo selinho a amiga Lila Monteiro está oferecendo aos amigos e amigas educadores!




Fiquei mais que feliz com ele! Obrigada amiga! Parabéns pelo seu dia!

Nosso dia! Que alegria compartilhar com vocês um dia tão especial!
(Antecipadamente porque talvez amanhã não tenha tempo de postar aqui!)

E é claro que eu ofereço a todos os meus colegas professores e professoras que nos acompanham aqui no
Blog Educar e Aprender Sempre!

Beijos!

Feliz Dia do Professor!

E lembre-se:

"Um mero professor apenas aponta o caminho das estrelas;
um professor de verdade ajuda a alcançá-las."

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Selo de qualidade!

Oi, gente bonita!

Estou aqui para compartilhar algo muito legal, que me deixou muito feliz esta manhã: o Educar e Aprender recebe hoje seu primeiro selinho! E é um selo de qualidade! Quem presenteou foi uma amiga muito querida, a Ellen que eu acompanho desde uns dois meses atrás no blog Ellen Ramos Insite e que agora em setembro iniciou outro blog o Bolsa da Ellen, ambos são muito interessantes e úteis, além de inspiradores. Fiquei muito grata pela lembrança dela!


Bem, mas parece que, existem algumas regras a serem cumpridas antes do "selinho" ser realmente nosso. São elas:


1. Precisa indicar mais 9 blogs pra recebê-lo.
2. Avisar os blogs indicados.
3. A pessoa que recebe o selo deve falar 9 coisas sobre si.


E não posso indicar alguém que já possua o selo - o que, como disse a Ellen, torna a tarefa ainda mais difícil, mas é uma ótima oportunidade para divulgar novos Blogs.

Bem, meus escolhidos para receberem o Selo de Qualidade (entre tantos blogs ótimos...) são:

1- Érika Vecci - o blog da Érica Vecci
2- Vida de profa - blog da amiga Analuci e Zuka
3- Blog da prof Andreia - blog da Andreia Farias
4- Tia Lu - blog da Lucimar Britto
5- Anotações - blog da Prô Rirela
6- Ana Professora - blog da Ana
7- Trocando Ideias Pedagógicas - blog da Morgana
8- Escola Sabatina com a tia Malu - blog da Malu
9- Página de ideias - blog da Michele

Bem espero que todas peguem seu selinho e o recebam com o mesmo carinho e admiração com que eu envio.

Ah! Falta falar de mim... Puxa...
Então aí vai:

1- Desde minha infância aprendi a crer em Jesus como Salvador e Senhor da minha vida por isso o amo mais que tudo.
2- Sou professora e amo demais meus alunos e minha profissão.
3- Gosto de cantar, mas reconheço que não tenho uma voz tão bonita...
4- Sou muito detalhista, e estou tentando aprender a não me preocupar e estressar tanto com os detalhes desagradáveis, afinal de contas a maioria deles sou apenas eu que percebo... hehehe
5- Estou pertinho do meu esposo (contando namoro, noivado e casamento) à 2 anos e 11 meses, e com certeza foi Deus que nos uniu, pois nos completamos de um modo incrível!
6- Gosto de dirigir, e isso, modéstia parte, eu faço bem.
7- Amo conversar com meu esposo, minha mãe e meus amigos!
8- Sou apaixonada por blogs, creio que pela possibilidade de tantas trocas de ideias e conhecimentos pessoais.
9- Aprecio a boa educação, gentileza, cortesia e respeito em qualquer situação.

Tarefa cumprida!
E aí o que achou de tudo isso?

Beijos!

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Recuperação!

Imagem daqui

Oi, colegas!
Estava no twitter hoje e vi um link da Revista Nova Escola que levou à esta reportagem aqui que eu a-do-rei!
Por isso vim compartilhar com vocês o link.
Ela tira várias dúvidas que se possa ter sobre o assunto em tema: recuperação. Além de dar muitas dicas e ser bem clara quanto a metodologia, recursos e estratégias adequadas para ajudar-nos a indentificar as dificuldades que nossos alunos possuem e ajudar os alunos com dificuldades a se recuperarem.
Confiram que, na minha opinião, vale a pena!
Beijos a todos!

domingo, 29 de agosto de 2010

Promoção!

Olá! Estou aqui pra divulgar a promoção de aniversário do blog Ge Art's.
Passe lá, veja as fofuras e ainda aproveite para participar!





sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Vinte...?

Hehehe...

Hoje eu estava dando uma conferida nos meus links aqui do blog e tal até que percebi que o contador aqui do ladinho está marcando 20 postagens no blog e 20 comentários, daí percebi também que o blog está com... nada mais, nada menos que 20 seguidores! rsrsrs..

Eu sei que não tem nada a ver, mas eu que sou meio boba achei legal! Como nunca comemorei nada aqui no blog (nem vi quando alcançou as 1000 visitas...) resolvi comemorar o 20!
E aproveitar pra agradecer aos 20 seguidores do blog pela companhia.

Sei que não posto seguidamente, mas espero que cada post possa ajudar a vocês e trazer coisas que vocês gostariam de ver.

É muito importante para mim, a existência de cada um de vocês aqui! É isso que dá ânimo e persistência pra nunca desistir de postar mesmo que não tão seguidamente.

Obrigada e parabéns pra vocês, pois sem vocês nada disso teria sentido!



Ps: Agora, com este, o blog vai ficar com 21 posts... Então não faz mal nenhum que ele passe dos 20 comentários, viu!? rsrsrsrs

domingo, 22 de agosto de 2010

Projeto!

Oi! Estava com saudade de escrever aqui no blog... Mas é que nesta semana estava terminando meu estágio com educação infantil e não deu tempo de postar nada. Hoje estou postando aqui o meu projeto pedagógico. Foi usado em uma turminha de Jardim II (faixa etária de 5-6 anos). O que acham? Alguma sugestão?
Beijos à todos e ótima semana!

Título do Projeto
Vamos brincar de quê?

Justificativa
Considerando a importância do lúdico na aprendizagem e no desenvolvimento infantil; pois através da brincadeira a criança atribui sentido ao seu mundo, se apropria de conhecimentos que a ajudarão a agir sobre o meio em que ela se encontra e se desenvolve em inúmeros aspectos; percebemos também a importância de trabalhar com esse pressuposto, muitas vezes banalizado pelos educadores e até esquecido, visando resgatar as brincadeiras, principalmente folclóricas, no cotidiano dos educandos envolvidos, já que, hoje em dia, as crianças acabam brincando muito com brinquedos eletrônicos e automáticos, estando perdendo assim oportunidades valiosas de momentos prazerosos de desenvolvimento, aprendizagem e fantasia. Por este motivo o presente projeto será desenvolvido durante duas semanas na turma mencionada, buscando envolver os alunos, alcançando os objetivos propostos.

Objetivo Geral
- Oportunizar na criança o desenvolvimento lúdico e a aprendizagem através do brinquedo e brincadeiras, proporcionando à criança a vivência com diferentes tipos de brinquedos, a fim de socializar e resignificar a utilização destes.

Objetivos Específicos

Movimento
- Desenvolver a coordenação motora ampla e fina.
- Ampliar as possibilidades expressivas do próprio movimento, utilizando gestos diversos e o ritmo corporal nas suas brincadeiras, danças, jogos e demais situações de interação.
- Explorar movimentos de equilíbrio e agilidade.
- Manipular materiais, objetos e brinquedos diversos para aperfeiçoamento de suas habilidades manuais.

Música
- Perceber estruturas rítmicas para expressar-se corporalmente por meio da dança, brincadeiras e de outros movimentos.
- Conhecer e reproduzir oralmente jogos verbais, como canções.

Artes Visuais
- Produzir trabalhos de arte, utilizando a linguagem do desenho, da pintura, da rasgadura, da colagem, da construção, desenvolvendo o gosto, o cuidado e o respeito pelo processo de produção e criação.
- Desenhar a partir de observações.
- Observar os limites disponíveis para desenhos e colagens.
- Montar quebra cabeças.

Natureza e sociedade
- Conhecer e comparar diferentes tipos de brinquedos e brincadeiras utilizados pelos pais, a fim de resgatar as diferentes culturas.
- Participar em atividades que envolvam histórias, brincadeiras, jogos e canções que digam respeito às tradições culturais de sua comunidade e de outros grupos.

Linguagem oral e escrita
- Desenvolver a habilidade de comunicação e expressão oral.
- Relatar histórias ouvidas, identificando personagens e a sequência dos fatos.
- Escutar textos lidos, apreciando a leitura feita pelo professor.
- Interessar-se por escrever palavras e textos ainda que não de forma convencional.

Matemática
- Utilizar a contagem oral.
- Desenvolver a habilidade de raciocínio lógico e matemático, atenção e memória.
- Observar signos convencionais do sistema numérico, reconhecendo-os e reproduzindo-os.
- Reafirmar noções de quantidade, de tempo e de espaço em jogos, brincadeiras e músicas junto com o professor e nos diversos contextos nos quais reconheça essa utilização como necessária.

Identidade e autonomia
- Participar em situações de brincadeira nas quais escolha os parceiros, os objetos, os temas, o espaço e as personagens.
- Participar com meninos e meninas igualmente em brincadeiras de futebol, casinha, pular corda etc.
- Compartilhar materiais de uso comum, bem como brinquedos e espaços.
- Valorizar o diálogo como uma forma de lidar com os conflitos, reconhecendo a importância dos sentimentos de amizade, cooperação e cuidados com o próximo.
- Adotar atitudes de respeito mútuo e solidariedade em quaisquer situações lúdicas.
- Organizar e cuidar dos materiais nos espaços físicos utilizados.
- Respeitar e valorizar a cultura de seu grupo de origem e de outros grupos.

Referencial Teórico

Atualmente vivemos em uma sociedade onde as crianças, em grande parte, já não vivenciam brincadeiras como as de épocas anteriores, devido ao aumento da tecnologia, globalização e criminalidade, que leva as pessoas a estarem cada vez mais dentro de suas próprias casas. No entanto não devemos esquecer que o brincar em seu aspecto lúdico, constitui-se uma manifestação do ser humano em qualquer idade e para as crianças, em particular, constitui-se uma de suas atividades mais importantes, sendo considerada inclusive, por muitos autores, como sendo o “trabalho da criança” (LIMA, 1992).

O brincar é essencial para a criança, segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI, BRASIL, 1998), através do brincar a criança estará desenvolvendo sua identidade e autonomia, além de aprimorar sua capacidade de imaginação e comunicação através principalmente das brincadeiras de faz-de-conta. Também de acordo com Lima (1992), o desenvolvimento de processos psíquicos como imaginação, linguagem, pensamento e memória têm relação direta com a atividade do brincar. A autora também cita estudos de pesquisadores russos que, ao estudarem a prática do brincar concluíram que esta apresenta às crianças “as premissas necessárias para o desenvolvimento da memória voluntária” e que “brincar tem uma relação muito direta com a formação da motricidade da criança pré-escolar” (LIMA, 1992a, p. 19). Desta maneira, é possível perceber a importância de momentos na instituição de ensino onde a criança possa brincar e assim ter suas faculdades exercitadas.

O professor deve, portanto, reconhecer o brincar como um momento importante, de interação e desenvolvimento, e ter seus objetivos ao planejar as aulas e as brincadeiras, dando liberdade a seus alunos sem esquecer-se de que seu papel de mediador no processo é fundamental, de maneira a estar sempre proporcionando momentos enriquecedores através das brincadeiras.


Figura 1

Foi pensando nisso que o presente projeto foi planejado, visando resgatar o lúdico, principalmente através das brincadeiras folclóricas. Estas datam desde muito tempo. Já no ano de 1560, o pintor Flamengo Pieter Brueghel pintou o quadro “Jogos Infantis” (figura 1), onde podemos encontrar cerca de 80 atividades lúdicas, algumas muito conhecidas por nós, como por exemplo: cabra-cega, pula-cela, bafo, pião, as cinco Marias, cabo de guerra, o chefe mandou, Maria-cadeira, entre outros. Como diz Ramos (2002):

“Há uma infinidade de jogos e brincadeiras que ultrapassaram o tempo e permanecem vivos na memória de todos nós. As brincadeiras de antigamente trazem, em sua bagagem cultural, suas técnicas e regras, que são transmitidas de geração a geração pelos pais e avós. Junto vem o resgate da convivência, da ternura, dos momentos felizes, de sua História através dos tempos.” (RAMOS, 2002, p.8)

O RCNEI (BRASIL, 1998) fala sobre a importância destas brincadeiras, dizendo que devem estar relacionadas ao mundo social e natural dos alunos. Aconselha os professores a ensinar jogos e brincadeiras de outras épocas, propondo pesquisas com a família e comunidade, também através de livros e revistas, falando sobre as regras das brincadeiras em outros tempos, observando as mudanças que ocorreram, pois esta prática se torna interessante para as crianças. O professor deve estar junto com as crianças ajudando-as a combinar e cumprir regras, e a desenvolverem atitudes de respeito e cooperação que, além de tão necessárias para as crianças pré-escolares, são bases de todos os níveis de relacionamento.O professor deve propor brincadeiras desafiadoras onde seus alunos possam participar ativamente do começo ao fim, perpetuando a cultura infantil e favorecendo o prazer de brincar àqueles que têm nesta sua maior especialidade. Assim, o presente projeto será desenvolvido baseado no fato de que é possível para o professor de Educação Infantil alcançar quaisquer objetivos de sua aula, desde que bem planejada, de maneira prazerosa para os alunos: brincando e aprendendo.

Conteúdos


 Escrita do nome


 Respeito à diversidade


 Sistema de numeração


 Letras do alfabeto


 Música: ritmo e andamento


 Coordenação motora


 Motricidade fina


 Expressão oral


 Expressão artística


 Interação


 Jogos


 Brincadeiras e brinquedos

Metodologia


 Manuseio de livros infantis.


 Hora do conto utilizando livros e outros recursos, inclusive com a participação dos alunos.


 Roda de conversas.


 Brinquedos e brincadeiras.


 Elaboração coletiva de cartazes.


 Cantigas e acompanhamento com gestos, atividades ou sons.


 Desenhos com lápis de cor, canetinhas e giz de cera.


 Recorte de figuras.


 Rasgadura.


 Quebra cabeças.


 Colagem.


 Dobraduras com jornal.


 Brincadeiras com brinquedos preferidos.


 Exposição de trabalhos.


 Pesquisa com a família.


 Tarefas individuais.


 Brincadeiras folclóricas.


 Produção de um texto coletivo.

Avaliação

A avaliação será baseada na observação diária, fazendo, se necessário, modificações e adaptações no planejamento, mediante anotações feitas pela professora. O presente projeto será considerado satisfatório se os alunos participarem com interesse das atividades propostas e se os objetivos propostos, que visam o desenvolvimento e a aprendizagem dos educandos, forem alcançados. Sobre isso Lleixà Arribas (2004) corrobora:

“A avaliação deve ser entendida como a comprovação da validade do projeto educativo e das estratégias didáticas empreendidas para a consecução dos objetivos propostos. Portanto, o professor deve entendê-la como instrumento de investigação didática que, a partir da identificação, da coleta e do tratamento de dados, permite-lhe comprovar as hipóteses de ação, com a finalidade de confirmá-las e introduzir nelas as modificações pertinentes. A avaliação deve proporcionar retroalimentação a todo processo didático.” (ARRIBAS, 2004, P. 390)



Referências Bibliográficas
ARRIBAS, T. L. et al. Educação infantil: desenvolvimento, currículo e organização escolar. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação e do desporto. Referencial Curricular Nacional de Educação Infantil introdução. Brasília: Referencial Infantil: MEC/SEF, v.1, 1998.
BRASIL. Ministério da Educação e do desporto. Referencial Curricular Nacional de Educação Infantil formação pessoal e social. Infantil: Brasília: MEC/SEF,v. 2, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação e do desporto. Referencial Curricular Nacional de Educação Infantil conhecimento de mundo. Infantil: Brasília: MEC/SEF, v. 3, 1998.

LIMA, E. C. A. S. A atividade da criança na idade pré-escolar. Série idéias, n.10, p. 17-23. São Paulo: FDE, 1992.

RAMOS, M.C.A. Jogar e brincar: representando papéis, a criança constrói o próprio conhecimento e, conseqüentemente, sua própria personalidade. Revista Leonardo Pós. Instituto Catarinense de Pós-graduação. Santa Catarina, nº 1, jan./jun. 2002.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Feliz, feliz, feliz!

Hoje é meu aniversário!


imagem da net

Estou muito feliz hoje porque completo 25 anos desde meu nascimento e estou grata a Deus por tudo que ele fez e faz por mim por todos esses anos, pelo cuidado e proteção, por minha família, meus amigos, meu trabalho, tudo que Deus permite que eu faça em meus dias!

Agradeço a Deus a oportunidade de estar na net dividindo este espaço e este momento com amigos, muitas vezes 'desconhecidos' , mas que nos trazem tanto carinho e alegria.

Obrigada a todos os amigos que acompanham meus blogs:
e o mais novo:

Que possamos ser amigos sempre, continuemos nos 'visitando' nesse espaço virtual e contem comigo no que eu puder ajudar.
Beijos a todos!

Obs: Fiz este post padrão e coloquei nos três blogs.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Estágio Educação Infantil

Tudo bem, sumi de vez mesmo eu sei...

Amigos, eu andei sumida, mas é que tivemos algumas mudanças na faculdade (que é na modalidade EAD) e agora temos uma plataforma virtual com muitas atividades para fazer, as três disciplinas de cada módulo acontecem simultaneamente e edaí triplica as atividades, claro que dá para se virar com as tarefas, mas de início assim dá uma revolução pra acostumar!
Além de que este módulo são as três disciplinas e mais o estágio I que é com Educação Infantil, então até minhas férias do trabalho (2 semanas que acabam quando essa semana acabar) ficaram bem cheias do que fazer, fui procurar uma escola de educação infantil pra fazer o estágio e realizar as primiras observações, estou fazendo os aportes teóricos e outras etapas do estágio também...
Na minha vida também está corrido pois estamos em construção (vou falar disso aqui) e a minha cabecinha não tem parado um minutinho sequer, só quando durmo e olhe lá!
Mas espero logo trazer uma nova postagem aqui pro blog, quem sabe do meu estágio...
Um abraço às minhas colegas queridas que seguem o blog e até a próxima.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Eu já estou participando!

Gente, olharam bem pra essa bolsa? Perfeita! Eu quero pra mim!
Quer pra você também? Então participe e concorra!
http://todas-divas.blogspot.com/

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Planejamento

De acordo com os objetivos de ensino, é possível prever diferentes modalidades organizativas dos conteúdos:


■ ATIVIDADE PERMANENTE


O que é Trabalho didático realizado regularmente (diária, semanal ou quinzenalmente), como ler para os alunos, organizar rodas de conversa e reservar uma aula da semana para a produção de pinturas e desenhos no ateliê.
Objetivos Familiarizar a turma com um conteúdo e formar hábitos. Ao fazer leituras diárias, por exemplo, as crianças aprendem sobre a linguagem escrita e desenvolvem comportamentos leitores.


Organização Prever objetivos, conteúdos, duração da atividade, materiais necessários e como será feita a avaliação.
Como usar Realizar atividades permanentes não significa fazer sempre a mesma coisa. A proposta deve ser empregada com regularidade durante o ano ou um semestre e oferecer novos desafios (rodas de leitura em que livros cada vez mais difíceis são lidos pelo professor).


SEQUÊNCIA DIDÁTICA


O que é Série de atividades envolvendo um mesmo conteúdo, com ordem crescente de dificuldade, planejadas para possibilitar o desenvolvimento da próxima.


Objetivo Ensinar conteúdos que exijam tempo para aprender e aprofundamento gradual, como o reconhecimento das características de uma paisagem brasileira em Geografia, uma série de experiências para observar a ação de micro-organismos em Ciências ou a leitura da obra de um autor em Língua Portuguesa.


Organização Prever a ordem em que as atividades serão propostas, os objetivos, os conteúdos, os materiais, as etapas do desenvolvimento, a duração e a maneira como será feita a avaliação.

Como usar A maioria dos conteúdos exige tempo para aprender. Por isso, a sequência didática é a modalidade organizativa mais presente no planejamento. Escolher os conteúdos mais importantes, organizar a série, garantindo a continuidade, e distribuí-los durante o ano. O número de atividades de cada sequência é variado, assim como o tempo de duração (ambos dependem do objetivo e da resposta da turma às propostas).



■ PROJETO DIDÁTICO

O que é Conjunto de ações para a elaboração de um produto final que tenha uso pela comunidade escolar. Uma de suas características é envolver a turma em todas as etapas do planejamento.

Objetivo Reunir conteúdos abrangentes, atingindo propósitos didáticos e sociais. Um projeto de leitura e escrita, por exemplo, em que os estudantes fazem um livro de receitas ensina a ler e escrever e trabalha com valores nutricionais. Pode ter como meta mostrar à comunidade como aproveitar as frutas regionais.

Organização Prever os momentos de planejamento e de discussão em grupo e os de trabalhos individuais. Colocar justificativas, aprendizagens desejadas,etapas do desenvolvimento, produção, maneiras de divulgar o produto final, duração e avaliação final.

Como usar A duração é variada, mas sempre ocupa dois meses ou mais. Por isso, o ideal é propor um ou dois por ano para cada turma. Desenvolve-se o conjunto das atividades do projeto sem abandonar as atividades permanentes e as sequências didáticas.


(Fonte)

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Dicas para o professor

Confira a seguir algumas das práticas mais eficazes para criar uma rotina que ajude a melhorar o desempenho da turma. Fonte: site da Revista Nova Escola.


Ter um jeito próprio de se organizar
Não existe certo ou errado quando se fala em rotina profissional. Cada professor precisa descobrir as ferramentas que melhor se encaixam ao seu estilo de trabalho. Pode ser um bloco do tipo agenda, um caderno tradicional ou um arquivo de computador.


Planejar com antecedência
Separar o material didático previsto para ser usado na semana seguinte e reservar um dia para rever o roteiro de atividades é sempre bom para garantir que nenhum detalhe seja esquecido.


Reservar espaço para estudar
Manter-se atualizado, tanto em relação aos conteúdos quanto à prática de sala de aula, é fundamental. Você pode fazer um mestrado, uma especialização ou apenas estabelecer uma rotina de estudos em casa (com muitos livros e pesquisa via internet). O que vale é crescer sempre.


Organizar o espaço
As atividades previstas para o dia serão desenvolvidas individualmente ou em grupos? Prever a melhor maneira de ambientar a sala de aula é o primeiro passo.


 Compartilhar o planejamento
"Contar aos alunos o que será feito ao longo do dia é importante por dois motivos. Em primeiro lugar, porque eles ficam mais confortáveis, sem aquela euforia de 'o que será que vem agora?'. Depois, porque faz com que saiam da postura passiva de quem está sempre aguardando um comando", explica Karen Elizabete Nodari, coordenadora do núcleo de Orientação e Psicologia Educacional do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.


Definir as tarefas
Cada conteúdo exige um tipo de atividade (leia mais nesta reportagem). Enquanto os alunos produzem textos ou resolvem problemas, uma boa dica é circular pela sala, acompanhando a evolução de cada um. "Se você decide passar um filme, por exemplo, é essencial preparar um pequeno roteiro para a turma, com pontos a ser observados", diz Valéria Roque.


Prever atividades extras
Nem tudo sai conforme o previsto, certo? Portanto, ter na manga algumas tarefas capazes de envolver a turma é sempre bom. No dia-a-dia, isso vale também para aqueles alunos que sempre terminam tudo antes dos outros - mas não podem ser deixados de lado.


Antecipar a aula seguinte
Encerrar o dia informando o que será realizado no dia seguinte é uma ótima estratégia porque gera uma expectativa positiva e permite que os alunos se preparem melhor ao compreender que há continuidade no processo educativo.


Trocar idéias na escola
Reuniões com os colegas, a coordenação pedagógica e a direção são fundamentais para revisar o planejamento e encaminhar as questões mais relevantes.


Pensar grande
"É preciso ter uma visão de conjunto para poder planejar a rotina diária", resume a professora Lúcia, de Porto Alegre. "Mecanismos de registro ajudam muito nesse sentido. Alguns preferem escrever, outros preferem fazer esquemas. Só não pode mesmo é fazer tudo de cabeça."


Ufa! Acabou! E aí, quantas de nós conseguimos nos organizar bem assim? É, as vezes é difícil fazer tudo, mas o fato é que fica bem mais fácil quando conseguimos dominar essa arte da organização, pois o trabalho flui com intensidade quando temos tudo nos devidos lugares, mesmo que haja imprevistos, estaremos preparados. Bom trabalho!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Páscoa!

Esse foi o ninho que propus que minha turminha confeccionasse nessa Páscoa. Ficaram lindos!
As casquinhas pintadas ficaram muito bem acomodadas nesse ninho!
Eram pra ser feitos todos com embalegens de papel, mas muitos não conseguiram e nas de plástico não colava direito, mas tudo bem. Todos se divertiram e puderam mostrar sua criatividade! Sempre deixo bem livre os detalhes dessas atividades de maneira que cada possa fazer diferente. Veja alguns:



Alfabeto 2010

Esse é o alfabeto da minha turma nesse ano, achei ele num blog que sigo (Não lembro qual, são tantos! Desculpe! Se for seu deixe um comentário que atualizo o post!) e imprimi, aumentei de tamanho e fiz cópia, daí deixei os alunos pintarem em uma atividade que fizemos para relembrar a letra bastão e cursiva. Colei em folhas coloridas e ficou assim. Adorei. Simples mas bonito.








domingo, 7 de março de 2010

Atividade: Família



Esta é uma ideia para fazer quando estiver trabalhando sobre a família.

Pedi a cada aluno uma foto da família ou sua(quem não tivesse da família) e cobri com pedaços de papel ofício partes das fotos e fiz cópias.

Cada aluno então recebeu sua foto de volta e a cópia, onde deveria completar conforme observava na foto.

Tivemos resultados bem interessantes, vale a pena fazer essa atividade, os alunos gostam bastante. Alguns relutam dizendo que não sabem, não conseguem, mas com um pouco de incentivo eles fazem coisas bem legais. Deixei livre e cada um resolveu a atividade da sua maneira, basta ver nas fotos. Tentem!


segunda-feira, 1 de março de 2010

Minha sala de aula...

Oi, colegas!
Demorei a mostrar minha salinha, mas eu sempre esquecia a máquina fotográfica em casa... Hoje finalmente consegui lembrar e tirar as fotos. Meus cartazes não são perfeitos mas eu faço meu melhor... Estavam vazios porque tirei na hora em que estávamos trocando os itens hoje. Vou tirar outras fotos. Espero que possam aproveitar as idéias em cartazes lindos como os trabalhos de vocês.






O calendário é mensal, os ajudantes do dia colocam o dia do mês a cada dia e na segunda-feira preenchem também o fim de semana que passou. Ao final do mês eu retiro todos os dias e o mês e começamos tudo de novo.







Nesse cartaz da rotina eu coloco a cada início de aula o que faremos. Os alunos ficam mais tranquilos sabendo o que acontecerá na aula e é uma forma de ajudá-los a se organizar melhor.







Esse é o mural que organizei para colocar nossos cartazes,  lá na escola só temos mural para alfinetes no fundo da sala então fiz esse na lateral para colocar as coisas mais importantes para estarem sempre à vista de todos (a Rotina e Calendário coloquei nas duas portas do armário que fica bem na frente da turma).

Aí está o cartaz com os direitos e deveres dos alunos, que eles mesmos criaram e eu passei para um cartaz (faltou um pedacinho de fita colorida e eu ainda não comprei!).

O cartaz que é dos ajudantes serve para pendurar os nomes dos alunos que serão ajudantes, um menino e uma menina por semana. Os nomes deles estão em TNTs em forma de peças de roupas que eles mesmos fizeram. (posto as fotos deles outro dia...)

O cartaz dos aniversariantes é preenchido com o mês e florzinhas no vasinho, com o nome e dia de cada aniversariante do mês. A cada final de mês coloca-se os do mês que iniciará.



quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

O lápis...

O menino olhava a avó escrevendo uma carta e perguntou:
- Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E, por acaso, é uma história sobre mim?
A avó parou a carta, sorriu, e comentou:
- Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele!
O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.
- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!
- Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.


“Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à sua vontade”.

“Segunda qualidade: de vez em quando preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.”


“Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça”.


“Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.”


“Finalmente, ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação”.


Gostou da mensagem? Eu postei ela aqui pois vou usá-la no primeiro dia de aula para minha turminha de 4º ano (Ens. Fund. de 9 anos), e gostaria de compartilhar isso com você. Eu levar uma ilustração de uma avó, uma menina, um lápis, um apontador, uma borracha, diferentes tipos de lápis, grafite e dois trabalhos com lápis: um rascunho feio e um desenho de qualidade. Assim vou ilustrar a história e vou levá-los a refletir como cada característica do lápis acontece na nossa vida. Ao final da atividade cada aluno receberá um lápis com borracha na ponta, com um recadinho de boas vindas pendurado com uma fitinha.


Espero que eles gostem e seja uma boa reflexão para cada um de nós. Não esqueça de ser como um lápis.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Nossa sala, um pouco de aconchego...

A sala de aula é, com certeza, um lugar muito importante para você e para seus alunos. Por isso, procure arrumá-la como se fosse sua casa, deixando-a organizada, bonita e agradável. Afinal, o espaço da sala de aula desencadeia muitas aprendizagens. Ensina autonomia, pois um espaço organizado permite que as pessoas circulem melhor por ele e conheçam o mobiliário e os materiais que ali se encontram. Ensina, sobretudo, respeito, pois essa é a sensação que temos quando chegamos num local que está bem cuidado.

Então organize sua sala de aula:

Improvise recipientes para guardar o material de uso coletivo utilizando latas de alumínio, embalagens de sorvete e refrigerantes ou caixas de papelão. Assim lápis, caneta hidrocor, giz de cera, cola, tesouras, papel, livros, revistas, jornais, jogos permanecerão sempre organizados e acessíveis aos alunos.

Crie painéis para o alfabeto, aniversariantes da turma, ajudantes, chamada, combinações da turma e outros murais com notícias, poemas, trava-línguas, piadinhas, tudo que for incentivar a leitura dos pequenos.

Reserve uma parede para afixar as produções da turma, como textos e desenhos. Toda semana procure trocar aquilo que foi afixado, fazendo das paredes da sala um verdadeiro painel informativo.

Selecione também fotografias de paisagens ou ilustrações sobre os assuntos estudados e torne a sala um ambiente de estudo e pesquisa.

Não se esqueça de levar um ou dois vasinhos com plantas para ensinar a garotada a apreciar e cuidar da natureza, além delas tornarem sua sala de aula mais bonita.

Com sua sala organizada será uma alegria receber os alunos e os visitantes então aproveite para fazer um bonito cartaz para colocar na porta da sala com as boas vindas a todos que entrarem e bom retorno às aulas!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Cópia: tempo perdido?

Oi, amigos! Foi duas horas atrás que a Revista Nova Escola postou no twitter que está no ar a edição de Janeiro/Fevereiro de 2010, e eu, é claro, já fui lá conferir! Bem entre outras coisas me chamou muita atenção a reportagem, cujo título usei neste post, que fala sobre a cópia, uma prática muitíssimo comum nas salas de aula do país. Não me contive enquanto não "devorei" a matéria todinha. Aprendi muito e confirmei minha ideia de que tem que haver um bom motivo para haver também a cópia em nossa prática. E acrescento, vale a pena você ler e refletir um pouco. Veja a matéria na íntegra.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Volta às aulas!

Estava procurando mais dicas e encontrei esse Especial Volta às Aulas da revista Nova Escola. Vale a pena ver; é bem completo abrangendo ideias para antes do início das aulas, a primeira semana de aula e também o primeiro mês, e sempre com dicas para a equipe de gestão escolar e também para a sala de aula. Confira!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Pensando a volta às aulas...

Este ano é um novo ano pra você. E pra seus alunos? É claro que também é! E o que você terá preparado para eles? Já pensou?


Pois bem, mesmo que você não tenha pensado já é hora de pensar porque é bem melhor organizar tudo com tempo e calma, assim fica gostoso e não trabalhoso.


Eu tive umas ideias que vou colocar em prática neste ano e estou preparando-as para que deem certo. Quem sabe você não pode usar uma delas também? Por isso vou compartilhar aqui no blog. E, se você usá-las, não esqueça de nos contar como foi! Claro, falta um tempinho ainda, mas vou aguardar!


Ideias Para A Volta Às Aulas!


1. Solicite na secretaria da escola o nome e endereço completos dos alunos de sua turma em 2010. Que tal enviar uma cartinha para cada um deles antes do início das aulas? Já imaginou o rostinho deles quando receberem uma cartinha da profe que eles ainda nem conhecem direito?! E nada de pensar que para as turmas de alfabetização não dá certo. Pelo contrário, isso os incentivará mais ainda a aprender, e certamente alguém poderá ler essa cartinha para eles.


2. Prepare uma lembrancinha para dar no início ou fim do primeiro dia de aula. Pode ser algo relacionado ao estudo: lápis enfeitados, réguas decoradas, agendinhas, apontadores de diferentes formatos etc, ou algo apenas decorativo que tenha relação com alguma história usada, decoração da sala...


3. Propor um desafio à turma é sempre motivador no primeiro dia de aula: pode ser lançar um projeto de montar um dicionário da turma, uma diário, um "canto" novo na sala (de leitura, jogos, matemática...), manter um blog da turma etc.


4. Convide os pais para passarem alguns momentos na escola - Veja essa dica completa que eu amei, quero colocar em prática e achei no Baú de Ideias.

LinkWithin...

Related Posts with Thumbnails